terça-feira, 17 de maio de 2016

LEV LAGORIO

LEV LAGORIO - Praia, Criméia - Óleo sobre tela - 62,6 x 97,5 - 1889

LEV LAGORIO - Atravessando o rio - Óleo sobre tela - 61 x 97,5 - 1879

A escola russa de paisagem deu ao mundo alguns dos melhores artistas nessa temática. É injusto citar um ou outro, pois muitos deles formam um time de extrema qualidade. Com influência marcante das escolas europeias mais atuantes naqueles tempos, os paisagistas russos elevaram esse gênero de pintura a um patamar muito respeitado até hoje. Lev Feliksovich Lagorio foi um destacado paisagista russo, famoso pelas suas marinhas e também pelas muitas cenas que fez em terras europeias.

LEV LAGORIO - Arredores de Nápoles, com vista para o Vesúvio
Óleo sobre tela - 68 x 106 - 1860

LEV LAGORIO - Paisagem do sul - Óleo sobre tela - 63 x 85 - 1866

LEV LAGORIO - Atravessando um rio no Cáucaso - Óleo sobre tela - 72,5 x 104,5

Lev Lagorio, como ficou mais conhecido, nasceu em Feodosia, a 9 de dezembro de 1826, filho de um comerciante e pedreiro, cujos ancestrais vieram de uma aristocrática família genovesa. Ele se formou inicialmente ali mesmo, em Feodosia, e ali também passou uma temporada no estúdio de um respeitado artista da época, Ivan Aivazovsky.

LEV LAGORIO - Vista de Capo de Monte, Sorrento
Óleo sobre tela - 76 x 63 - 1860

LEV LAGORIO - Meio-dia italiano - Óleo sobre tela - 76 x 63 - 1856

Em 1842, com o apoio do governador Tavria Al Kaznacheeva, Lagorio entrou para a Academia Imperial de Artes, onde estudou sob os cuidados de Sauerweid, Vorobiev e Villevalde. No verão de 1845, Lagorio partiu a bordo de um navio a vapor, pelas costas da Finlândia. Entre muitos estudos e apontamentos, produziu trabalhos que lhe concederam importantes prêmios nos próximos anos: uma pequena medalha de prata em 1847, uma grande medalha de prata em 1848 e uma medalha de ouro em 1850.

LEV LAGORIO - Costa do Mar Negro - Óleo sobre tela - 41 x 72 - 1872

LEV LAGORIO - Vista de montanha na Itália - Óleo sobre tela - 100 x 145 - Cerca de 1850

LEV LAGORIO - Paisagem do norte - Óleo sobre tela - 64 x 104 - 1872

Financiado por verbas públicas, ele passou uma temporada no Cáucaso, em 1851. E, após se formar pela Academia Russa, conseguiu um pensionato por 8 anos na Europa. Os ares por lá foram muito bons para ele. Solidificaram ainda mais a influência europeia em suas obras, principalmente no período que passou na Itália. Sob uma iluminação diferenciada, sua paleta se tornou naturalmente mais brilhante. Mesmo com o término da pensão que bancava suas viagens, ele conseguiu permissão para ficar por lá mais dois anos, sob suas próprias custas.

LEV LAGORIO - Falésias costeiras em Capri - Óleo sobre tela - 67 x 79 - 1859

LEV LAGORIO - Pátio italiano - Óleo sobre tela - 33 x 46 - 1869

LEV LAGORIO - Casa de pescadores na Ilha de Capri - Óleo sobre tela - 64 x 77 - 1859

Os anos da década de 1860 trariam boas surpresas a Lagorio. Merecidamente, recebeu o título de professor de pintura, em 1860. No ano de 1861, após uma série de trabalhos realizados para Alexandre II, foi condecorado com a Ordem de St Anne 3º grau. De volta ao Cáucaso nesse mesmo ano, foi novamente condecorado pelo Grão-Duque Mikhail Nikolayevich. Em 1864, ele finalmente se estabeleceu em São Petersburgo, de onde saía para passar os verões em Sudak.

LEV LAGORIO - Nas montanhas do Cáucaso - Óleo sobre tela - 1870

LEV LAGORIO - Pescadores no rio, ao por do sol - Óleo sobre tela - 60 x 107 - 1886


Respeitado principalmente no meio acadêmico, Lagorio recebeu uma grande encomenda em 1885. Uma série de pinturas com o enredo da Guerra Russo-Turca. Para sua empreitada, visitava campos de batalha e se preocupava com a veracidade de suas composições. Em 1900, ele se tornou membro honorário da Academia de Artes. Cinco anos mais tarde, Lagorio faleceria na cidade de São Petersburgo, no dia 17 de novembro. O artista deixava uma contribuição significativa à pintura de paisagem russa, ainda mantendo uma linguagem acadêmica, mesmo que esta vinha sofrendo forte influência dos movimentos modernistas que acenavam um novo futuro.


4 comentários:

  1. Um grande artista. Gosto muito dos paisagistas russos.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre foram os meus preferidos, Quimas, juntamente com os paisagistas das escolas alemãs.
      Um grande abraço!

      Excluir
  2. Não tenho palavras para descrever minha admiração pelos trabalhos de Lev Lagorio, seu estilo solto e belo encanta!
    Maravilhoso!
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suas composições são rigidamente acadêmicas, mas mesmo assim exalam uma leveza diferente de todos os outros.
      Grande abraço, Vidal.
      Grato pela vinda!

      Excluir