sábado, 24 de novembro de 2012

NOVOS OLHARES SOBRE DIONÍSIO


Nunca escondi a admiração que tenho pela minha terra natal. Não é bairrismo, é amor mesmo. Dionísio, uma pequena cidade de Minas Gerais, não tem tantos recursos econômicos, tem muitos desafios pela frente; como qualquer cidade; mas tem uma beleza natural incrível. Quando outros artistas colocam em seus trabalhos, um pouco daquilo que compartilho todos os dias, é imensamente gratificante. Os trabalhos a seguir são as mais recentes produções de um grupo de amigos meus. Belas obras!


CLÁUDIO VINÍCIUS - Estrada para Areias, Dionísio - Óleo sobre tela - 30 x 50 - 2012


Não é todos os dias que se tem a honra de ver o Cláudio Vinícius concluindo um trabalho, pelo fato de que sua produção é muito criteriosa e fica um longo período na conclusão de um único trabalho. Tive o privilégio de ver concluir um pequeno quadro sobre a minha região. É um artista que capta todos os detalhes de uma paisagem com tanta perfeição, que por vezes ficamos desconfiados se são realmente pinturas. Fiquei muito feliz ao visitá-lo por esses dias, e ver que está se recuperando muito bem dos transtornos com a saúde, que teve recentemente. Tenho certeza que iremos nos brindar com muitas de suas belas imagens, por longos anos.

TÚLIO DIAS - Um trecho de estrada com animais em Brejaúba - Óleo sobre tela - 70 x 100 - 2011


TÚLIO DIAS - Estrada do Apaga-pito
Óleo sobre tela - 120 x 180 - 2011

O recente ano marca uma fase em que o Túlio Dias produziu um grande número de obras com temas de Dionísio. Grandes e pequenos formatos, foram frutos de sua passagem por aqui no ano passado. Certamente irá produzir mais, pois a sua fonte ainda é vasta. Um artista que vai e volta em suas origens pictóricas, e que tira proveito de todas as suas experiências nesse percurso.


VINÍCIUS SILVA - Rio com pedras na Serra das Laranjeiras - Óleo sobre tela - 60 x 90 - 2012


VINÍCIUS SILVA - Uma curva do Mumbaça
Óleo sobre tela - 50 x 70 - 2012

VINÍCIUS SILVA - Final de tarde,  Dionísio, MG
Óleo sobre tela - 50 x 70 - 2012

Vinícius Silva também passou por aqui esse ano e continua produzindo diversas obras das imagens que colheu, tanto nos ensaios fotográficos, como dos estudos em plein air. A versatilidade de seus temas é incrível e sempre se encarrega de arranjar um enquadramento inusitado e uma visão diferenciada daquilo que foge aos olhares comuns. Um jovem artista com uma longa estrada, que está apenas começando.


ERNANDES SILVA - Um cantinho na Serra do Luar - Óleo sobre tela - 30 x 40 - 2012


Ernandes Silva é a mais grata surpresa na produção de paisagens. Cada dia se especializando mais na produção em plein air, parece incansável. Sempre o estamos vendo num local diferente, cavaletes às costas e pincéis em punho. Não esteve ainda em Dionísio, mas está produzindo uma série de obras à partir de imagens que lhe enviei. Muito bom ver essa nova geração conquistando seu espaço com muita honra...

JOSÉ RICARDO - Trecho do Mumbaça - Óleo sobre tela - 60 x 80 - 2012


Um outro artista que sempre explorou as paisagens de Dionísio foi José Ricardo, que já vem por esses lados já faz um bom tempo. Saímos para alguns exercícios ao vivo e para algumas seções de fotografias. Já dividimos algumas atividades e também fizemos algumas exposições em conjunto. A temporada dele por aqui, juntamente com o Cláudio Vinícius e o Túlio Dias, rendeu bons frutos.

Acho que já está na hora de pensar num livro com temáticas da região. A ideia me parece muito boa...

26 comentários:

  1. Respostas
    1. Disse tudo em duas palavras.
      Grande abraço, Macário!

      Excluir
  2. Tenho imensa admiração pelas paisagens mineiras...
    A simplicidade de todas as cenas é o que impressiona, o ar de "mais belo", a música,a grandeza da sua arte, são tantos e tantas, restando apenas parabenizar as belas cenas mineiras...
    Bom fim de semana mestre José, meu amigo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que ainda me mantém por aqui, Vidal. Essa completude que se faz por aparentemente tão pouco.
      Ótimo final de semana para você também, amigo!

      Excluir
  3. Paisagens lindas! Gostei principalmente dos trabalhos do Cláudio e do Túlio; lembra belas pinturas que estão disponíveis nos melhores museus. Abraço do amigo Hildebrando Martins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hildebrando, obrigado pela vinda. Os trabalhos do Cláudio e Túlio tem uma leitura mais acadêmica, ao passo que as interpretações de Vinícius e Ernandes tendem para uma visão realista mais contemporânea. Essa diversidade que deixa o tema ainda mais fascinante.
      Grande abraço!

      Excluir
    2. Eu simplesmente fico emocionada com tanta beleza nessas pinturas maravilhosas. Agradecer por ver !!!

      Excluir
    3. Que bom que tenha gostado.
      Muito grato por vir e participar.
      Abraço!

      Excluir


  4. Essa pintura do Vinícius com o leito pedregoso do rio é simplesmente espetacular. É um trabalho absolutamente fantástico. As diferentes texturas, o tratamento da transparência na àgua que exibe as pedras submersas. O Vinícius é simplesmente um dos maiores paisagistas brasileiros da atualidade, na minha modesta opinião. E isso como apenas 31 anos...incrível não?! Imagine o futuro desse rapaz...

    Obrigado por nos brindar com mais uma matéria excelente...

    Abraço, William

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele me contou o destino dela, William. Você teve o prazer de admirar ao vivo. O lugar é fantástico e ele conseguiu captar exatamente aquilo que sentimos quando estamos lá. Um artista brasileiro, nosso, que já comunga, ainda tão jovem, a linguagem de uma arte contemporânea mundial. Já disse a ele que está pronto para mercados estrangeiros, e não estou exagerando.
      Grande abraço, amigo!

      Excluir
  5. Respostas
    1. Obrigado pela sua visita, Sílvia. Um grande abraço!

      Excluir
  6. Que coisa fantástica!A paisagem mineira é belíssima,maravilhosa.Retratada através da sua arte,fica mais que perfeita.Você é fera.Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ellen, que bom encontrá-la por aqui.
      Estamos programando algumas boas novidades para 2013.
      Um grande abraço!

      Excluir
  7. ótima matéria José do Rosário, Dionísio foi privilegiada com lindas paisagens captadas pelos grades artistas. Tudo isso incentiva a pintura de paisagens, resgatando a pintura acadêmica, parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua participação e pela sua vinda. Um grande abraço!

      Excluir
  8. Caro José!!
    Acredito que gostar da terra nossa
    Admirar a gente da terrra nossa
    Retratar o inusitado comum da terra nossa
    seja simplesmente acreditar, gostar e admirar
    a tudo o que somos, como a terra nossa.
    Abraços, José Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá José, engraçado que sempre voltamos a esse assunto. Sua Mantiqueira que não te deixa, minhas lembranças do Mumbaça... Penso que essas raízes só não se perdem para quem as sentiu um dia.
      Um grande abraço, amigo. Boa semana para nós!

      Excluir
  9. José Antônio Borges24 de novembro de 2012 22:21

    José, eu adoro esse seu Estado, e a sua cidade, só de vc e outros artistas mostrarem. Mas falando sério, sou apaixonado por Minas, sempre que vejo na TV fico paralizado com tanta beleza, vendo suas paisagens e sua história.Parabéns pra vc. por ter nascido em tão especial terra.

    Grande abraço.

    José Antônio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei encontrando tanta gente solidária com meus gostos, José Antônio. Bom saber que Minas inspira tanto por todos os lados.
      Grande abraço, amigo!

      Excluir
  10. A ideia é excelente amigo. Nós que amamos ARTES merecemos ver e agradecemos a vocês.Eu faço coleção de paisagens e me delicio com os trabalhos de vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Sara. Há uma variedade enorme de relevo e vegetação por todo o estado, que fazem com que realmente nos deliciemos com todos eles.
      Um grande abraço e obrigado pela vinda!

      Excluir
  11. rosario , sou muito fã do seu trabalho mais

    peço licença para falar do maior paisagista brasileiro e um dos miores do mundo ...


    claudio vinicius ....


    olha a delicadeza na composição me parace tudu em seu perfeito lugar

    oq vc disse sobre a demora na composição, mostra o comprometimento do artista com a obra......


    quanto a sua terra tenho parentes em pouso alegre ....


    pretendo viajar ate ai´para paptar algumas fotos para pintura moro em sp....aki só tem predios....kkkkk


    grande abraço....


    rodrigo sp ...


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela sua vinda, Rodrigo. Uma pena o Cláudio Vinícius produzir tão pouco. Suas obras nos fazem muito bem, realmente.
      Quanto a visita à Minas, faça sim, não irá arrepender.
      Grande abraço, amigo!

      Excluir
  12. Como já dizia o nosso literário português Fernando Pessoa, "A ciência descreve as coisas como são; a arte, como são sentidas, como se sente que são." E isso para mim basta. Fico completamente fascinada a cada vez que visito o seu blog, José Rosário.

    Abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor ainda, Martha, quando os artistas não se deixam desvencilhar das referências que lhes provocam tais sentidos. A natureza nos ensina tudo e muitas vezes esquecemos os seus ensinamentos. A arte tem andado um pouco confusa ultimamente porque paramos de, como dizia Veríssimo, "olhar os lírios dos campos".
      Grande abraço e obrigado por vir!

      Excluir