quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

MARCOS ZECHETTO

MARCOS ZECHETTO - Praça João Mendes, SP
Óleo sobre tela - 50 x 70

A cidade de São Paulo está completando hoje 458 anos. O maior centro habitado da América do Sul, que aprendeu às pressas a se tornar uma das maiores metrópoles do planeta, tem a cara do mundo. Acolheu todos os povos e aplica na prática, o máximo do ideal grego, a democracia. Em São Paulo sobrevivem vários povos, vários credos... As línguas se misturam, mas não se confundem. E ali, todos se convivem e exaltam a máxima do termo pólis. Já perceberam que mesmo abrigando etnias tão distintas, ainda há a viabilidade do convívio? Às vezes não percebemos isso tão claramente porque sempre nos foi tão comum, mas, em São Paulo há um sentido de irmandade raro em outros lugares do mundo.

MARCOS ZECHETTO - Palácio das Indústrias, SP
Óleo sobre tela - 50 x 70

MARCOS ZECHETTO - Catedral da Sé
Óleo sobre tela - 40 x 50

Para ilustrar São Paulo, ninguém tão habilitado quanto Marcos Zechetto. Esse artista soube decifrar a cara européia que tem a cidade, traduzindo isso no seu estilo neo-impressionista, que é para não ficar dúvidas de que lá, em São Paulo, parecemos não estar num país tropical. Talvez a ausência de praia, de montanhas, e principalmente por aquilo que tão bem soube perceber Caetano, “... a dura poesia concreta de tuas esquinas...” Definitivamente não é uma “terra dos trópicos”.

MARCOS ZECHETT0 - Mercado Municipal, SP
Acrílica sobre tela - 60 x 80

MARCOS ZECHETTO - Pátio do Colégio, SP
Acrílica sobre tela - 40 x 60

Encontrei o Zechetto numa visita à Praça da República, em uma feira de artes que acontece em todos os finais de semana. Tem um estilo bem próprio de pintar e São Paulo parece ser mesmo o tema que escolheu para sua vida. Suas cores são sóbrias e as pinceladas fluidas e depositadas de uma forma precisa e coerente. Realmente, não dá pra desvencilhar São Paulo de sua obra. Impossível também não ligá-lo às suas influências: Giancarlo Zorlini, Mario Zanini e Omar Pellegata.

MARCOS ZECHETTO - Avenida Paulista, SP
Óleo sobre tela - 50 x 70

MARCOS ZECHETTO - Estação da Luz, SP
Óleo sobre tela - 50 x 70

Há muito que comemorar nessa data, mas também crescem os desafios para os próximos anos de vida. A pluralidade de sua gente também se traduz na pluralidade de seus problemas. Da insegurança que espanta o sono, do ar que insiste em ficar cada vez mais intragável, do trânsito que não anda, das chuvas que perderam a medida da bonança, das drogas que expõe cada vez mais a doença de um novo mundo... Tudo em São Paulo é superlativo.

MARCOS ZECHETTO - Estação da Luz, SP
Óleo sobre tela - 40 x 50

MARCOS ZECHETTO - Estação Júlio Prestes
Óleo sobre tela - 60 x 80

Parabenizar São Paulo é parabenizar o seu povo, afinal que seria de uma cidade sem os seus habitantes?!

Parabéns São Paulo e parabéns Zechetto por nos mostrá-la tão bem.


PARA SABER MAIS:

FALE COM O ARTISTA:
(11) 3889-7579

2 comentários:

  1. MARCOS ZECHETTO nos transporta para um mundo de cores e movimentos, dando beleza e sinceridade aos seus quadros.
    parabéns meu amigo, pela sua bela matéria...

    ResponderExcluir
  2. Olá Raimundo, muito bom vê-lo por aqui, novamente.
    Tenho certeza já conhecia o Zechetto.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir